Seja bem-vindo(a)!
Este é um blog sobre Tecnologia, Filosofia, Educação e Curiosidades.

Notícias como fragmentos da realidade

Jeferson Silva | post in Telegra.ph

É comum a publicação de notícias equivocadas ou tendenciosas. Mesmo os jornais mais tradicionais já produziram sérios erros de publicação. Por este motivo é aconselhável ao leitor assumir uma estratégia de interpretação. Existem os erros propositais e aqueles decorrentes de interpretações equivocadas, erros de expressão ou ainda, manipulação dos mecanismos de imprensa.

Lembro de um jornal internacional que publicou certa vez a imagem de pessoas festejando e noticiou que, tais imagens eram comemorações sobre a queda das torres gêmeas, motivando o preconceito generalizado entre nacionalidades. O problema é que tais imagens eram de uma festa que ocorrera no ano anterior ao evento noticiado.

Em outra ocasião a mídia em geral noticiou exaustivamente algumas tecnologias no intuito de gerar tendências de consumo, este foi o caso do Second Life cujo esforço dos veículos publicitários não obteve sucesso no Brasil, até o momento.

É muito diferente falar de uma ocorrência e criar ou falsificar informação, no entanto, ambos os casos podem gerar uma necessidade de se ocultar dados relevantes na intenção de promover tendências.

Uma das formas de evitar a ilusão das informações tendenciosas consiste em pesquisar sobre os argumentos contrários do que é noticiado e verificar evidências e suas fontes. Fabricar evidências é relativamente fácil, por isso é importante ficar atento para a credibilidade e seriedade da fonte que promove a suposta evidência.

Com agilidade e liberdade de comunicação que possuímos atualmente, falsas evidências são desmascaradas após um breve período.

Perguntar pelas evidências e buscar as afirmações contrárias pode ser uma boa maneira de evitar ilusões. Afirmações contrárias permitem avaliar e equilibrar os argumentos, ou seja, “Verificar os dois lados da moeda”.

Pensar nas notícias como fragmentos da realidade pode ser uma boa forma de encarar afirmações e amenizar os efeitos tendenciosos. Em geral as noticias não conseguem transmitir todo o contexto de um evento, apenas parte é captada, fragmentos.

Interpretar fragmentos, sem contexto adequado, leva aos erros mais comuns. Antes de aceitar uma informação como verdadeira é aconselhável verificar possibilidades opostas. Algumas pessoas defendem a ideia de que toda afirmação é pronunciada com base na intenção de promover alguma tendência. Ao receber uma notícia o primeiro passo é decidir se ela deve ser tratada como realidade ou como um fragmento.