No futuro tecnologia poderá transformar gordura corporal em energia elétrica


Jeferson Silva
Acessar perfil
A proposta do designer Emmy van Roosmalen aposta no avanço da nanotecnologia e no uso de protocélulas artificiais contidas num cinto que queimariam a gordura localizada do abdômen transformando esta em energia elétrica com capacidade de recarregar aparelhos portáteis como celulares, tablets, entre outros.

O produto ainda não existe e é apenas uma aposta tecnológica para um futuro não muito distante. O lançamento de uma tecnologia semelhante depende de alguns avanços na nanotecnologia. No entanto, o conceito plausível e deve estar totalmente operacional em alguns anos.

Fonte: nextnature


Considere contribuir


Bitcoin:
bc1qnkt2s7unluyxpd77r4tr320f7s8sg0kmheaya5

Ethereum e BSC(bep20):
0x6d5D59C407366fe65Ff74FD06C81C541762B9711

TRON:
TKwUV5ttMsFx4SXczzLc2F2bTiJwgGn5Mz




Popular Posts

Mirror: plataforma descentralizada blockchain

Gravidade como fonte de energia

Colando na escola com Inteligência (artificial)

Duino-Coin: Para aprender sobre mineração

Passeando pelos museus virtuais

Hospedando seu site Keybase

O promissor protocolo NOSTR

A primeira motocicleta

Testamos o IPFS: hospedando um site

Artesanato com sucata eletrônica