Incubadora, não monte sua empresa sem ela


Jeferson Silva
Acessar perfil
Possuir conhecimento técnico não é suficiente para desenvolver um produto tecnológico, é importante uma boa logística de divulgação, metodologia administrativa e um grande conhecimento de mercado.

As incubadoras tecnológicas possuem um papel importante no incentivo e crescimento tecnológico do país. Elas oferecem apoio aos empreendedores de tecnologia disponibilizando infra-estrutura, acesso a mecanismos de financiamentos, assessoria para gestão técnica e empresarial além de orientação e acompanhamento.

As incubadoras surgiram no Brasil em 1984 por iniciativa na época do então presidente do CNPq, professor Lynaldo Cavalcanti.

Em 1987 surgiu a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos de Tecnologias Avançadas - ANPROTEC que iniciou o movimento de criação de incubadoras no país. http://www.anprotec.org.br

Em 1991 o SEBRAE passou a apoiar este movimento entendendo ser uma alternativa importante para o desenvolvimento de micro e pequenas empresas. http://www.sebrae.com.br

Cada incubadora recebe sua denominação por área de atuação, no nosso caso é a incubadora tecnologica. Mas existem incubadoras agroindustriais, setoriais, de cooperativas, artes e assim por diante.

Todas as incubadoras possuem um processo de seleção onde são aprovados os candidatos conforme disponibilidade da incubadora. Os aprovados passam pelo processo de pré-incubação, incubação e graduação.

Na pré-incubação os candidatos são orientados em como proceder com a elaboração de seus projetos para inserção no mercado, entre eles a elaboração do plano de negócios, pesquisa de mercado e treinamentos em gestão.

Na incubação a empresa já possui um certo conhecimento de mercado e vai gradualmente trabalhando seu crescimento.

Na graduação a empresa atinge seu nível de desenvolvimento gerando independência e está habilitada para sair da incubadora.

Todo este processo leva de dois a três anos.

Neste período o incubado convive com outros colegas e vivencia um ambiente normalmente acolhedor e rico em conhecimento, preparando a empresa ou produto para o sucesso.

É importante observar principalmente na área de desenvolvimento de software e/ou hardware, que os profissionais embora extremamente competentes nas questões técnicas, sofrem com a carência de conhecimento em outras áreas como as administrativas e publicitárias.

Superar estas carências é uma tarefa muitas vezes difícil e essencial para o sucesso da inovação ou produto tecnológico.

Equilibrar conhecimento técnico, logística de distribuição, divulgação e comercialização são tarefas mais agradáveis quando feitas em grupos e assistida por profissionais experientes.

Se você esta pensando em montar seu negócio ou desenvolver algum produto tecnológico, inicie seu projeto visitando uma incubadora e algum posto do SEBRAE.


Considere contribuir


Bitcoin:
bc1qnkt2s7unluyxpd77r4tr320f7s8sg0kmheaya5

Ethereum e BSC(bep20):
0x6d5D59C407366fe65Ff74FD06C81C541762B9711

TRON:
TKwUV5ttMsFx4SXczzLc2F2bTiJwgGn5Mz




Popular Posts

Mirror: plataforma descentralizada blockchain

Gravidade como fonte de energia

Colando na escola com Inteligência (artificial)

Duino-Coin: Para aprender sobre mineração

Passeando pelos museus virtuais

Hospedando seu site Keybase

O promissor protocolo NOSTR

A primeira motocicleta

Testamos o IPFS: hospedando um site

Artesanato com sucata eletrônica